27 de agosto de 2006

Command & Conquer: Renegade



Command & Conquer: Renegade (*)

Dizem que de boas intenções o inferno está cheio... Command & Conquer então deve estar ocupando a primeira fila de lá.

A idéia era boa. A série Command & Conquer, desde seu surgimento em 1996, sempre foi clássica. No entanto, sempre foi focada na estratégia em tempo real (RTS). Fazer um novo jogo da série como shooter de ação era uma excelente idéia, principalmente para se colocar o mundo do RTS na visão de um soldado.

Boas idéias

A série Command & Conquer tem um dos melhores enredos entre jogos de RTS. Tudo começa depois da II Guerra Mundial, Albert Einstein, com uma máquina do tempo, volta aos anos 1930 e impede que Hitler entre para o partido nazista. Resultado, a II Guerra Mundial não aconteceu, mas uma guerra atômica entre a URSS (União Soviética) e a GDI (Global Defense Initiative, Iniciativa de Defesa Global, uma união de EUA com Europa Ocidental).

Anos depois, o que sobrou da guerra foi a GDI e a NOD (um grupo terrorista dissidente da antiga URSS). Depois de uma longa trégua, a guerra reinicia com a descoberta de um mineral extraterreste, o Tiberium, altamente radioativo, que se reproduz no planeta Terra.

A série Command & Conquer se divide em duas. A clássica acontece na guerra entre a GDI e a NOD, enquanto a série Red Alert narra o passado, no conflito entre a URSS e a GDI.

Renegade se passa na série clássica, onde você comanda um Comando, um soldado poderoso e treinado em todo tipo de combate e uma das unidades do RTS. No enredo, a guerra contra a NOD se agrava, e você deve se infiltrar além das linhas inimigas atrás de Kane, lider da NOD.

A idéia principal da série é mostrar o universo de C&C em outra perspectiva. Você pode entrar dentro das construções do RTS, usar os veículos e combater as unidades da série. Todas as construções são extremamente detalhadas, com banheiros, cozinhas, centros de treinamento, oficinas, dormitórios... tudo o que deveria existir dentro de quarteis e fábricas de veículos de verdade.

Além do modo Single Player, o jogo conta com Multiplayer e um tipo de jogo que seria o diferencial deste game, o modo Command & Conquer. Neste modo você lutaria em combates do RTS, podendo escolher o lado, as armas, construir veículos e soldados, tudo em primeira pessoa o que os fans da série conhecem do RTS.

Muitos problemas

Apesar de ter tudo para dar certo, o game é um fracasso absoluto. Muitos problemas mesmo...

O modo Single Player é decepcionante. As missões são extremamente lineares, objetivos vão surgindo conforme se anda, mas quase todos se resumem a explodir algo que está à sua frente. Até mesmo as fases que acontecem em campo aberto são extremamente lineares, é impossível tomar outro caminho, surpreender um inimigo pelas costas ou algo assim. As fases são como se fossem túneis, onde você só pode andar para a frente ou para trás.

Na maioria delas não é necessário nem ler os objetivos. Atirando em tudo o que se move (e não é do seu time) você já estará cumprindo eles.

Embora os veículos e armas sejam os mesmos da série em RTS, o que agrada muito aos fans, o mesmo não acontece com os inimigos. Além dos mais tradicionais do RTS, há inimigos novos, o ruim é que eles são praticamente "clones" (para não dizer cópias) dos monstros do game Return to Castle Wolfenstein.

Além dos monstros, muitas fases também são idênticas às deste jogo, o que nos leva a pensar que a Westwood pode ter se "inspirado" nele...

Outro grave problema é quando a missão envolve resgatar ou proteger um personagem (uma das poucas onde você não tem que explodir o que aparece pela frente). Normalmente o personagem que deveria ser protegido sai correndo feito um louco, muito à sua frente, servindo de alvo para todos os ataques inimigos antes que você possa fazer qualquer coisa... Um comando "venha/pare" tornaria estas missões mais jogáveis.

O modo Command & Conquer seria o grande diferencial deste jogo, onde você poderia jogar o RTS em primeira pessoa, no entanto, ele tem um grave problema. Este modo tem um cenário só. Por estranho que pareça é verdade, há apenas um único cenário, mas sem nenhum aviso disso, ou seja, quem não sabe vai passar horas tentando descobrir como mudar o cenário.... Nenhum patch lançado pela Westwood conserta o problema....

Embora seja um modo de jogo interesssante, o único cenário presente é minúsculo, e cansa logo na terceira ou quarta vez que se joga nele. Consiste apenas das duas bases (NOD e GDI), um morro e um campo de Tiberium...

Outro problema, as estruturas de defesa das bases são quase indestrutíveis, os soldados do seu time são umas moscas mortas, ficando só andando de um lado para o outro, e o tempo de jogo é muito rápido, não dando tempo para destruir a base inimiga....

As cutscenes também são fracas, com os mesmos gráficos do jogo. Não tem como jogar contra Boot no modo Multiplayer e o jogo Single Player é fácil, sem graça, sem criatividade e mal feito.

Site oficial: www.ea.com/Renegade

11 comentários:

  1. Anônimo10:34 AM

    Acho, q ñ, devemos pensar como um jogo com estrategias e missões, ele faz agente pensar e resolver a cada fase q passa como passar!!!! Eh muito bom, talvez a questão de explodir as "coisas", e uma das formas de vc ñ morrer no jogo!!! Eu jogo esse jogo, e particulamente, ele faz agente ficar maravilhado a cada fase q passa, ñ eh um jogo qualquer eh um jogo de emoção!!!! Eu amo esse jogo!!!(obs, e todos os outro jogos do Command & Conquer).

    ResponderExcluir
  2. Sim, a serie Command & Conquer é ótima, mas cá pra nós, não seria muito melhor se Renegade tivesse missões mais criativas, e o modo "Command & Conquer" realmente funcionasse?

    ResponderExcluir
  3. O jogo e bom pois você destroi inimigos,veiculos e bases mais...
    A fase 13 e muito dificil mais eu passei pois jogo a muito tempo mais quando você passa ele não vai para outra fase.
    Pode ser que eue tenha zerado mais não tem nenhuma referencia e eu achei muito chato isso.

    ResponderExcluir
  4. O jogo é bom !
    Eu adorei, o problema é que as pessoas nao param de compara-lo com as outras séries famosas, o jogo é de AÇÃO! e o que você encontra nele? AÇÃO!, esperavam achar um jogo de estratégia? séria um fracasso

    Ficou bem pareçido com a série UNREAL.

    ResponderExcluir
  5. cleriston4:57 PM

    como passa da terceira fase de renegade eu não consegui mim dingan eu ja peguei tres cartoes e n~so sei mas o q fazer

    ResponderExcluir
  6. cleriston4:59 PM

    e muito legal esse blog pq fala de um jogo muito bom q e o renegade
    e explica varias coisas

    ResponderExcluir
  7. Anônimo5:00 PM

    Acho, q ñ, devemos pensar como um jogo com estrategias e missões, ele faz agente pensar e resolver a cada fase q passa como passar!!!! Eh muito bom, talvez a questão de explodir as "coisas", e uma das formas de vc ñ morrer no jogo!!!

    ResponderExcluir
  8. Cleriston, se você já pegou as três card keys, deve estar dentro da Hand of Nod.

    Pegue o elevador e saia pela porta grande com marca verde e você enfrentará o chefão Mendonza. Ele é bem fácil, é só ficar desviando e enchendo ele de bala que cedo ou tarde ele vai chamar um helicóptero e fugir.

    Depois vá para as construções (silos e airstrip) e plante C4 nelas para destruí-las. Quando estiverem já explodidas, pegue o avião de carga que vai estar na área e dê o fora.

    Pronto, hora da próxima fase!
    Depois

    ResponderExcluir
  9. Amigos, por favor me ajudem estou na fase chamada stowaway(aquela que é dentro de um navio) e não conseigo de jeito nenhum achar o marinheiro (first made) que tem o level 2 securet card. estou desistindo de jogar pois já procurei em todo canto e não acho.

    abraços

    ResponderExcluir
  10. Anônimo10:58 AM

    tudo isso que tem dizendo no blog é o que eu acho. esse jogo é bom mais ele tem muitos defeitos e é so matar matar libertar alguem achar cartões e pronto. depois de um tempo que vc esta na fase vc começa a ficar com dor de cabeça de tanto procurar algo ou alguem e assim é muito chato de jogar, e eu acho que tudo isso que orc bruto disse postou é exatamente como eu via o jogo e assim se torna um jogo cansativo e chato e quando a pessoa zera nem mesmo sabe pq não ha nenhuma imagem nem video do proprio jogo mostrando que a pessoa zerou o jogo. realmente é bom mais é cheio de defeitos e principalmente no modo command e conquer sinceramente é uma bosta so tem um cenario e a pessoa nunca consegue destuir a base inimiga

    ResponderExcluir
  11. O jogo é realmente bom pra aqueles viciados em jogos de guerra. Mas seria mais fácil se ele tivesse alguns códigos e comandos pra melhorara o jogo. Para quem não sabe como se joga é bem difícil principalmente na fase do navio que não é tão simples achar os Cartões de Acesso. Se alguma pessoa acha fácil achar os Cartões me fale por que eu quero so ver quantos são e onde estão eles.

    ResponderExcluir