25 de novembro de 2008

Detonado - Rome Total War - parte 2 (continuação)


DETONADVM ROME TOTAL WAR
Parte 2 (continuação)

Além destes botões há também um botão com uma ampulheta, um relógio de areia. Clicando nele passa-se o turno. Cada turno representam seis meses no jogo, e o envelhecimento dos personagens segue esta lógica. Se muitos turnos se passarem, os personagens ficarão velhos, e poderão eventualmente morrer devido à idade. Também nascerão personagens novos e estes ficarão mais velhos até se tornarem disponíveis para serem controlados no game.

Eventualmente personagens novos podem já nascer com alguns traits, ou personagens femininas poderão se casar com personagens que já possuem traits e, mais raramente, retinue. Você pode escolher marido para elas, mas é recomendável não ser tão exigente a ponto de negar a mão da garota a todos os pretendentes que aparecem. Cedo ou tarde você terá mais exércitos e cidades do que personagens, e eles são muito necessários para governar e liderar as tropas.

-Personagens:

Além dos traits e retinue, os personagens também possuem atributos, sendo eles Liderança (estrelas), Administração (pergaminhos) e Influência (coroas de louros). Se você tiver instalado a expansão Barbarian Invasions, eles também terão Fidelidade (anéis).

Heróis com Liderança alta inspiram as tropas no campo de batalha, fazendo-as lutar melhor e serem mais corajosas.

Heróis com Administração alta são melhores para governar as cidades, conseguindo fazer com que elas lucrem mais denários (dinheiro romano) por turno.

Heróis com Influência alta acalmam as massas, convencem os diplomatas que falam com eles e aumentam seu prestígio no Senado Romano, podendo assumir cargos no SPQR.

Heróis com Fidelidade alta são mais difíceis de subornar. Acredite, dá muuuiiiittttaaa raiva perder um herói com ótimos traits e retinue e um grande exército para um diplomata, que suborna todos e os "rouba" para sua facção...

É recomendado que cada cidade conquistada tenha pelo menos um herói governando ela. Isso aumenta o lucro dela, alegra a população local e a protege mais contra invasões. Também é importante que cada grande exército seja liderado por um herói. Caso contrário as unidades podem ficar amedrontadas no meio da batalha e sairem correndo. Heróis também podem recrutar mercenários quando estão fora das cidades.

Embora sejam caros, os mercenários são muito úteis, principalmente porque você não precisa esperar até que eles sejam treinados, basta pagar-lhes algumas centenas de denários e encaminhá-los para a luta. Quando o inimigo está muito próximo ou quando uma cidade que você está cercando é mais bem guardada do que você esperava, os mercenários são excelentes "quebra - galho".

Personagens também podem construir torres de observação e fortalezas fora das cidades. As torres servem para ver o terreno quando não há nenhuma tropa ou cidade por perto, e as fortalezas protegem suas tropas de inimigos.

- Gerenciando seu Império:
Montar um Império não é fácil. Nem barato. E em Rome Total War é muito fácil ficar falido logo no início do jogo.

Muitos fatores envolvem o ganho e perda de dinheiro, ai vão algumas dicas para não "cair no vermelho" em Rome Total War:

-- Nunca crie tropas demais. Para manter o povo da cidade alegre, não gaste dinheiro criando tropas muito elaboradas. Cada unidade tem um custo de upkeep (manutenção) que é cobrado dos seus cofres todos os turnos. Cada civilização tem uma unidade com upkeep barato que serve muito bem como guarda da cidade, embora lute mal em um combate de verdade. A dos romanos é a "Town Watch" (Guarda da Cidade). Se uma cidade sua não tem inimigos por perto e precisa de mais guardas só para deixar os cidadãos seguros, invista em Town Watchs.

-- Para defender uma cidade que está no limite com seus inimigos, construa apenas arqueiros e contrate mercenários ou treine lanceiros. Os lanceiros e arqueiros mais simples custam pouco mais de 100 denários por turno (custo de manutenção/upkeep), e podem segurar facilmente os inimigos fora das cidades. Se sua cidade não tem muralhas de pedra, apenas de madeira, nem se dê ao trabalho de treinar arqueiros, apenas lanceiros já fazem o serviço.

-- Nunca construa "Trader" (comércio) ou "farms" (fazendas). Eles aumentam um pouco sua receita, mas também aumentam a taxa de crescimento das cidades. Enquanto cidades pequenas dão lucro, cidades grandes só dão prejuízo, e tendem a se revoltar mais vezes.

-- Se uma cidade sua se revoltou, simplesmente tire todas as suas unidades de dentro dela. Assim ou ela se acalma e tudo volta ao normal ou ela se torna rebelde. Se ela virar rebelde, ataque-a. É muito melhor atacar uma cidade rebelde e ganhar alguns denários com isso do que ficar perdendo dinheiro mantendo e reparando as construções que os descontentes ficam destruindo.

-- Não faça mais soldados do que você pode sustentar. Tenha apenas uma tropa boa, com infrantaria e cavalaria (veja adiante) e um general experiente para cada cinco ou seis cidades que você possuir. Tropas demais drenam muito dinheiro.

-- Se você cair no vermelho, saia despedindo os Town Watchs que estão nas cidades mais calmas, pegue seu exército principal e ataque alguma cidade inimiga, assim você pode recuperar seus denários rapidamente.

-- Quando conquistar uma cidade, escolha a opção "Exterminate Population". Isso irá lhe render muito dinheiro, pouca revolta da população local, bons traits para seu comandante e menos população para a cidade em si. Se você simplesmente ocupá-la não irá ganhar quase nada de dinheiro. Se você escravizar a população, ela irá ser levada para outras cidades suas nas proximidades e elas vão inchar, aumentando o desgosto do povo...

-- Mande seus diplomatas darem a volta no mundo, fazendo tratados de comércio (trade rights) com todos os povos que encontrar. Quanto mais tratados, mais seus portos irão fazer comércio e mais suas cidades irão lucrar. Veja adiante sobre diplomacia.

-O que construir:
Nem tudo o que está disponível é necessário ser construído. Algumas construções, se feitas antes do tempo, não tem muito efeito. Outras só lhe dão dor de cabeça, e outras são completamente inúteis.

Basicamente as construções se dividem em:

-Templos: As primeiras que devem ser construídas em qualquer cidade. Templos deixam as pessoas felizes, obedientes e lhe dão bônus. Procure escolher o templo de acordo com a cidade na qual você quer construí-lo. Cidades pequenas e distantes, responsáveis apenas por gerar dinheiro, podem receber templos de deuses que dão bônus no comércio, por exemplo, enquanto cidades onde você treina seus soldados, podem receber templos que dão bônus de experiência, armamento ou similares.

-Geração de Dinheiro: Algumas construções geram dinheiro. Minas são as que tem o melhor custo-benefício, seguidas pelos portos e estradas. Trader e Farms lhe dão dinheiro, mas incham a cidade e isso acaba por lhe dar prejuizo. Alguns templos e outras construções também dão dinheiro. Construa este tipo de estrutura sempre que puder

-Treinamento de Tropas: Quartéis, estábulos, campos de arqueirismo e portos são construções onde se treinam tropas. Alguns templos e estádios também tem suas próprias tropas, assim como os palácios. Aqui vem uma dica, você não precisa ter todos os tipos de tropas e estruturas. A cavalaria romana, por exemplo, é péssima, e os arqueiros só valem a pena com o primeiro nível de campos de arqueirismo. Portanto, não perca tempo fazendo estábulos. Construa apenas o primeiro campo de arqueirismo disponível e invista nos quartéis (barracks), que são o forte dos romanos.

-Palácios: Servem para "aumentar" o tamanho da cidade. Sempre que receber a mensagem de que uma cidade pode ser aumentada, pare qualquer outra construção no local e comece a erguer um palácio novo. Se não fizer isso, os novos imigrantes que chegarem na cidade não vão ter onde morar e vão começar a montar favelas ("squalor"), e a população local vai se revoltar.

-Estruturas de Felicidade: Arenas, Hipódromos e similares aumentam a felicidade local ao proporcionarem lazer para os cidadãos. Estações de tratamento de água, aquedutos, esgotos e similares também aumentam a felicidade ao prover saúde para a população. Muralhas, templos e palácios também. A dica é, construa sempre templos, muralhas e palácios. Se a população começar a ficar descontente, faça arenas, hipódromos, tavernas e similares, pois isso aumentará a felicidade delas mesmo antes das estruturas ficarem prontas. Estruturas de saúde devem ser construídas por último, caso não tenha nenhuma outra de lazer para se fazer, isso porque elas também incham as cidades da mesma forma que as farms e traders.

-Estruturas de Defesa: Muralhas. Sempre reforce suas muralhas. Procure manter todas as suas cidades com muralhas de pedra, pois assim o inimigo terá mais dificuldade de invadir. Muralhas de pedra permitem que seus arqueiros fiquem em cima delas, atingindo praticamente todos os inimigos, idependente de onde eles estão. As torres de pedra delas também lançam flechas incendiárias, e o portão lança óleo quente sobre os oponentes, o que ajuda muito na defesa.

-O que treinar:
As unidades a serem treinadas dependem muito da civilização com a qual você está jogando e qual inimigo você irá enfrentar. Se você estiver no modo multiplayer ou já tiver vencido uma campanha com os romanos, poderá escolher outras civilizações. Convém ler cuidadosamente qual é o ponto forte e fraco de cada uma.

Em geral os romanos são focados na infrantaria. A cavalaria romana é, na melhor das hipóteses, ruinzinha, e os arqueiros são fracos e tem um alcance muito limitado. A maioria dos soldados também faz o papel de artilharia, arremessando lanças antes de entrar em combate, o que dispensa um grande número de arqueiros e arremessadores de lanças.

Em questão de armas de cerco (catapultas, balistas e etc), elas são legais e tem os gráficos bem feitos, mas são pouco úteis no campo de batalha. Para tomar cidades muradas é mais fácil (e é de graça) fazer as armas de cerco na hora, como escadas, aríetes, túneis e torres de cerco, e para batalhas em campo aberto as armas grandes se tornam presas fáceis para cavalaria.

Então, o que treinar?

- Velites: São as unidades de mísseis mais básicas dos romanos. Podem parecer lixo perto de outras unidades, mas tem suas vantagens. Os velites são armas poderosas contra os elefantes de guerra dos cartagineses e contra a cavalaria inimiga. Eles também são mais capazes do que os arqueiros, e quando suas (poucas) lanças de arremesso acabam, eles se tornam boas unidades de infrantaria leve, rápidas e versáteis, sobretudo para cercar falanges de hoplitas e levy spearman. Tenha pelo menos uma tropa de velites para cada 3 de outros soldados.

-Hastati, Principes, Legionário, Urban Cohort: São tropas de choque, podem arremessar lanças e são bem rápidos. Hastati possuem pouca armadura e são mais medrosos, Principes possuem armaduras melhores, e devem ser o "grosso" do seu exército. Treine eles sem dó!
Legionários e Urban Cohort são mais caros, mas tem uma vantagem, eles podem fazer a formação "testudo" (tartaruga), colocando os escudos sobre a cabeça e ficando virtualmente imunes a flechas, o que é muito útil quando se invade uma cidade ou se luta contra arqueiros montados. Acima deles as unidades simplesmente não valem o custo-benefício, e tem o upkeep muito alto.

-Roman Archers: Se você quer construir arqueiros (para proteger suas cidades, principalmente), espere um evento no jogo chamado "Reformas Manipulares". Antes delas os arqueiros são pobres coitados sem armadura, que morrem com apenas um sopro. Depois delas eles ganham uma armadura igual à dos Principes, e sem aumentar de preço ou de upkeep.

-Auxilia e Triarii: São os únicos lanceiros dos romanos. Triarii são caros e só estão disponíveis bem no início do jogo. Auxilia são baratos e se tornam ótimas tropas para completar seu exército, principalmente se você precisa de alguém para cercar outras unidades. Ambos tem uma desvantagem, nenhum deles forma falange. Para defender cidades, prefira contratar mercenários hoplitas ou levy spearman.

-Town Watch: A guarda da cidade por exelência. Construa uns três batalhões em cada cidade tranquila e longe dos inimigos. Construa mais apenas se a cidade começar a ficar revoltada. Eles não são grande coisa no campo de batalha, mas são melhores do que a milícia.

-Milícia, gladiadores, cavalaria romana em geral: Simplesmente não valem à pena. Não perca seu tempo construindo eles.

-Guerra:
Tenha em mente quando ir para a guerra e contra quem. Se for invadir uma cidade, por exemplo, leve infrantaria para poder operar as máquinas de cerco. Se o inimigo tem cavalaria forte ou carros de guerra (egípcios, saxões...), leve bastante lanceiros, de preferência uns que possam formar falange. Se os oponentes possuem hoplitas (gregos, macedônicos...), lembre-se de levar infrantaria leve e unidades de míssel. Cavalaria é boa contra infrantaria em geral e arqueiros, por isso, se for enfrentá-los, contrate alguns mercenários.

Quando um exército seu entre em contato com um exército inimigo, uma tela aparece, mostrando quem é o comandante inimigo. Se você clicar com o botão direito do mouse sobre a cara dele, poderá ver quem está no seu exército. Uma barra nas cores vermelho e azul mostra a probabilidade de cada um vencer a batalha, baseando-se nos números e na experiência das unidades, no entanto, muitas vezes uma estratégia bem desenvolvida é melhor do que um exército muito grande.

Os botões desta janela te dão três opções: lutar no mapa de batalha, luta automática (o computador escolhe o vencedor e quantos morreram de acordo com as probabilidades da barrinha azul e vermelha) e fugir da batalha.

Sempre que possível, escolha lutar no mapa de batalha. Além de ser mais divertido, lhe dá a oportunidade de armar estratégias. No modo automático o computador tem a mania de arremessar seus heróis contra os lanceiros dos oponentes, fazendo com que eles quase sempre morram. Use o modo automático apenas para aquelas batalhas em que a desvantagem do inimigo é tão grande que não tem como ele reagir, quando você tem, por exemplo, dez unidades de Urban Cohort e um herói com seis estrelas de liderança contra uma única unidade de milícia.

Fugir pode dar traits negativos para heróis. Se seu herói fugir demais das lutas pode se tornar "coward" (covarde), "fearfull" (medroso) e outros traits desagradáveis. No entanto, algumas vezes você simplesmente não tem esperanças de vencer uma batalha. Por exemplo, quando está com apenas um herói de uma estrela só de liderança e duas unidades de Hastati contra elefantes de guerra cartagineses ou carros de guerra egípcios. Fugir, nestas situações pode ser a melhor solução, melhor do que perder seus soldados de uma forma patética.

Guerrear também exige que você evite se envolver em lutas em certos turnos. Quando é verão, evite lutar nos desertos, e quando é inverno, não lute no norte gelado. Os romanos não estão acostumados a extremos climáticos, os nativos do norte (germânicos, saxões, gauleses, dácios...) e do sul (egípcios, partos, cartagineses, numídios...) ao contrário, ganham bônus de dano, moral e proteção nestas situações.


- Lidando com o Senado (SPQR):
Mais cedo ou mais tarde você terá que destruir o Senado Romano (SPQR), mas até que este dia chegue (você receberá uma mensagem, não se preocupe), este vai encher seu saco até não poder mais.

Basicamente o Senado fica enviando missões para você. Missões em terra (normalmente conquistar uma cidade) podem ser cumpridas em até dez turnos (cinco anos em tempo de jogo), enquanto as missões marítimas (bloquear portos) podem ser cumpridas em até cinco turnos.

Pelo lado ruim, essas missões muitas vezes vem de encontro com seus objetivos. Decidiu se aliar aos gregos contra os macedônicos? Já era! Eis que chega o SPQR e manda você conquistar uma cidade grega!

No entanto, missões feitas com sucesso lhe dão recompensas que variam de uma unidade em especial a muito dinheiro (algumas podem dar 5.000 denários ou mais!).

Por outro lado, se você fracassar, será humilhado pelo Senado. Isso até não é lá grande coisa, mas se fracassar sempre, o SPQR vai começar a cobrar taxas de você, tomar suas unidades, "investigar" seus heróis para ver se eles são corruptos e por aí vai...

Minha dica é: No início do jogo, não tenha ambições muito grandes. Não faça alianças (apenas tratados de comércio), não se envolva em muitas brigas (para não movimentar demais as tropas, nunca se sabe onde o SPQR vai precisar de você) e siga as missões do Senado. Assim você ganha dinheiro, soldados e traits importantes para seus heróis e, quando chegar o dia de você tomar o poder de Roma, você terá fundos para detonar os chatos do SPQR...

-Diplomacia e Serviços Especiais:
Além dos soldados você também pode criar unidades especiais chamadas "agentes". Existem três tipos de agentes, sendo que normalmente (mas nem sempre) você começa com um de cada:

-Diplomata: O diplomata é responsável por fazer tratados, alianças e subornar heróis inimigos. Sempre tenha um por perto de suas tropas, e mantenha sempre alguns caminhando pelo mapa e fazendo alianças comerciais (trade rights) com todas as civilizações com as quais você não está em guerra.

Se você tiver poucos heróis, muitas cidades sem governantes e muito dinheiro em caixa, vale tentar subornar heróis inimigos para que se juntem à sua "família". Subornos nunca são baratos, e é bom prestar atenção para não gastar dinheiro para trazer para o seu lado um mané sem nenhum atributo e com traits como "covarde", "medroso", "péssimo comandante" entre outros...

O diplomata também pode ser usado para gerar renda para seu povo. Procure vender informações do mapa (map information) em troca de dinheiro. Se você tiver uma cidade que fica muito "fora de mão", longe das outras e cercada por inimigos, ou prestes a revoltar e que só te dá prejuizo, você também pode "vendê-la" a qualquer facção com a qual não esteja em guerra.

Quanto à alianças, eu recomendo ter uma só por vez. Mais de uma só se os dois povos forem aliados entre si. Caso contrário um povo pode declarar guerra ao outro só para ver de que lado você vai ficar, com os dois pedindo sua ajuda ao mesmo tempo.

Nunca, nunca, nunca, jamais quebre uma aliança. Se você se aliou a um povo, ajude-o em tempos de guerra. Se você fez a paz com outro, não o ataque. Caso você saia por aí atacando aliados, renegando pedidos de ajuda ou furando tratados de paz, nenhuma civilização vai confiar em você novamente, e seus pedidos de cessar-fogo, aliança e comércio vão ser instantâneamente rejeitados por todo mundo. Acredite, isso vai fazer muita diferença!

-Assassinos e espiões: Para começar, estas duas unidades são treinadas no mercado, evuloção do trader, aquela construção que incha sua cidade e faz você perder dinheiro, ou seja, a própria construção que treina elas é extremamente contra-indicada.

Basicamente os espiões servem para se infiltrarem em cidades e revelarem o que tem lá dentro. Estacionar um exército ao lado da mesma cidade por um ou dois turnos já faz a mesma coisa, portanto, é inútil gastar dinheiro neles.

Se ficarem tempo o bastante dentro da cidade, podem abrir os portões dela para você, quando for invadir. No entanto, se a cidade tem muros de pedra, isso significa que os portões vão lançar óleo fervente sobre qualquer um que tentar atravessá-los, ou seja, é suicídio tentar passar por eles...

Assassinos servem para matar heróis inimigos e sabotarem suas cidades. No entanto eles tem uma probabilidade de sucesso extremamente baixa para ambas as funções. Matar um herói inimigo pode ter de 3% à 30% de chance de dar certo, dependendo do poder do herói, e acredite, o que tem 30% de chance não vale a pena ser morto...

Para sabotagem a situação se repete, com um agravante. Quando você finalmente tomar a cidade, vai ter que gastar uma baita grana para reconstruir tudo novamente...

Assassinos e espiões tem mais chances de morrer em serviço do que de fazer alguma diferença, portanto são apenas gastos inúteis de dinheiro...

18 comentários:

  1. Julian6:01 PM

    Muito bom, gostei das dias. Sempre ficava me perguntando o motivo de muitas cidades ficaram negativas, agora já sei, Valeu !

    ResponderExcluir
  2. Anônimo6:05 AM

    Postagem interessante neste espaço, post como aqui está emotivam a quem quer que aparecer nesta página .....
    Faz mais do teu web site, a todos os teus seguidores.

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante, muito boas dicas.
    Mas continuo sem conseguir tirar uma duvida que tenho.
    Estou a fazer campanha pelas cidades gregas. Tenho controlado grande parte do mapa. Entao agora estou em guerra aberta contra a casa de julli. Subornei 4 dos seus maiores exercitos, e ao todo gastei 40000 denarios. Estes exercitos estavam com o maximo de tropas. Aproveitei. Mas agora nao sei onde foram para esses exercicitos. Alguem me pode dizer onde eles foram parar?

    Cumps

    ResponderExcluir
  4. Alguem me pode dizer onde foram parar os exercitos que eu subornei? Subornei 4, que estavam no maximo de tropas. Mas nao sei onde eles foram parar. Alguem me sabe dizer onde eles estao?

    ResponderExcluir
  5. França, quando você suborna tropas inimigas, três coisas podem acontecer. Ou eles (ou parte deles) se juntam a você (normalmente um comandante)e você passa a controlá-los normalmente, ou eles desbandam e passam a integrar a população do local onde os exércitos estavam (olhe na cidade para ver se a população aumentou) ou parte deles se distribui nas províncias próximas e depois de um tempo viram renegados.

    Não sei bem como o jogo administra isso, mas acredito que tem a ver com a pontuação de lealdade do comandante. Quanto maior a lealdade, maior a chance dele se juntar a você depois de um suborno, quanto menor, maior a chance dele simplesmente se aposentar e "desaparecer" no jogo...

    ResponderExcluir
  6. Anônimo1:01 PM

    bom é o seguinte orc bruto está certo quando diz que o exercito desaparece vai para as cidades vizinhas mas o motivo ñ é a administração da AI e sim que o exército quando subornado só pode se juntar á sua facção se forem unidades que possam ser treinadas pélamesma por exemplo vc tá cor roma e tenta subornar um exécito egípcio ele ñ vai se juntar a roma pois só iria juintar se tivesse unidades que podem ser treinadas por roma os únicos que pódem tere exécito subornadas juntos a sua facção são os rebeldes pois vc tá de roma e encontra um exécito só com unidades de hastários eles vão se juntar a vc pois has ta´rios podem ser treinados por roma portanto só suborne exércitos com unidades de outras facções quando tiver muito dinheiro e o exército inimigo tiver ameacando suas cidades próximas fora isso ñ suborne exécitos com unidades de outras facções eles só incharão a pop. de suas cidades e vc gastará uma grana com isso bom espero ter ajudado

    ResponderExcluir
  7. Anônimo9:17 PM

    só um pequeno detalhe a cavalaria romana não é inutil e ´melhor q a mercenaria eu já não sou um noob e sei q triarii pode ser treinado com com urban barracks e trader e nao me lembro oquê pode ser util o espião pode entrar em uma cidade com peste e levar a peste para uma cidade inimiga fora isso e bom saber o que te espera antes de mandar seus soldados atacarem uma cidade e assassinos são ruins quando mau treinados treine eles em contruções do senado e depois mande destruir as muralhas inimigas acredite eles são uteis os arqiros são melhores pra cidades com muralha de pedra mas o jogo em si e muito fod@ e eu jogo até oje

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. e ai pessoal gostei das dicas eu jogo ja um bom tempo o rome. e lembrando que agentes;
      na minha opniao sao muito uteis para todos os fins, para ter uma missao bem susedida, dependera da experiencia do agente e o momento certo de usa-lo caso contrario ele fracasará e acredite com um assasino com uma boa experiencia matei um lider de uma facçao inimiga e com agente espioes interceptei uma invasao inimiga na fronteira, e com um diplomata livrei uma cidade de ser conquistada.e a respeito de unidades permita dizer-me com minhas palavras: TODAS AS ARMAS SAO EFICAZES CONTRA O INIMIGO QUANDO BEM IMPREGNADA NO MOMENTO CERTO NA HORA CERTA E EM LOCAL APROPRIADO ENTAO TERÁS O TRIUNFO DE TEU COMBATE. JUAN BUSHIDO

      Excluir
  9. Muito boas as dicas, e a cavalaria romana é boa e util sim ainda mais se esta lutando contra exercitos que tem falanges(gregos,egipcios,cartagineses, etc...).
    Mais mudando de assunto eu qria saber como tirar o tempo limite de batalha na campanha o meu Rome total war é baixado versão 1.0 me ajudem por favor.

    ResponderExcluir
  10. Queria ver COMO a cavalaria romana pode ser util PRINCIPALMENTE contra unidades de falanges HUAHAUUAHDUAhUA

    ResponderExcluir
  11. Anônimo1:36 PM

    cercando as falages

    ResponderExcluir
  12. Anônimo11:56 AM

    nao sei se a galera ai sabe mais a falange e a melhor unidade contra cavalaria

    ResponderExcluir
  13. Valeu ajudou muito!!!

    ResponderExcluir
  14. Anônimo6:38 AM

    muito bom. Finalmente agora minha economia da 10.000 de lucro '0' com as cidades gregas, suas dicas sao demais.
    Mas, a um certo ponto da campanha vale a pena sim contratar espioes, eu tenho 3 para ficar de olho como andam as guerras vizinhas(eu jogo com a grecia, to de olho na tracia guerreando com a dacia, to vendo como ta a guerra da galia com os romanos, e me aliei a galia ausuas

    ResponderExcluir
  15. Anônimo2:42 PM

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK OS POSTS DOS COMENTÁRIOS SÃO MUITO ENGRAÇADOS, "CAVALARIA ROMANA É BOA, PRINCIPALMENTE CONTRA FALANGES" KKKKKKKKKKKKKKKKK!

    ResponderExcluir
  16. Anônimo12:47 PM

    cavalaria romana é bem melhor que hastati e principes( a nao ser que vc jogue no nivel normal, mas no very hard, principalmente com a casa dos julii,onde gauleses e britanicos tocam o terror é so cavalaria e arqueiros, (metade cavalose metade arqueiros) avança os cavalinhos pra fazer nossos amiguinhos darem as costas aí e só alegria para os arqueiros,e se eles forem atras do s arqueiros ai é so "wedge formation" e "charge" nas costas da warband.
    Saldo final 700 kills suas e 30 perdas ^^ (modo very hard)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo12:50 PM

      e man,cavalria e muito boa contra falange é so dividir ela em dois flancos na frete e retaguarda dos falanges,quando eles avançarem pra um lado vc da charge nas costas deles é "rout" na certa, e arqueiros tambem sao muito bons pra matar hoplitas pois em falange eles sao muito lentos ai é so flecha na cara.

      Excluir